LANÇAMENTO_ HÅRD:ON remete para o tempo das melhores bandas de hard rock O álbum de estreia saiu do forno após um ano e meio de produção, e valeu aguardar

HÅRD:ON. Foto: Hélio Pavan

HÅRD:ON_ Formada por músicos experientes, com estilos diferentes mas muita coisa em comum, o HÅRD:ON apresenta um trabalho, lançado em setembro de 2016, com cara de gente grande.

Idealizada pelo guitarrista Alex Hoff (1853 e Exxotica) e pelo baixista Ricardo Bolão (SLAM), a banda se consolidou como quinteto, tendo em sua formação Chris Hoff nos vocais, H.P.Elliot na guitarra e Daniel Gohn na bateria. Com exceção do batera, todos músicos também são backing vocals.

O disco foi gravado em São Paulo, no Rocks Studio no bairro da Vila Mariana, exceto os vocais, gravados no Sound’n’Bullet Proof Studio em Munique (Alemanha) onde atualmente reside o vocalista Chris Hoff, que também canta no Rammstein Cover Brasil.

Com nove faixas autorais, em inglês, o trabalho foi produzido pela própria banda, mixado e masterizado por José Luís “Heavy” Carrato, famoso pelo seu trabalho nos anos 1980 com as coletâneas SP Metal I e II, Camisa de Vênus, Patrulha do Espaço e nos anos 2000 com as bandas 1853 e SLAM, na qual também tocava bateria.

Com fortes influências do peso dos anos 1980, o HÅRD:ON segue firme a trilha do Hard Rock de Ratt, Twisted Sister, Mötley Crüe e WASP, porém, com sua própria roupagem e tecnologicamente atualizada.
Para quem gosta desse estilo e música bem feita, recomendo conhecer o trabalho deles.
Os destaques são “We’re not going home tonight” e “Devil Inside” e o primeiro clipe é da música “Pole Dance”. Até o mascote do Rocks Studio, o cãozinho ZigZag teve participação no disco, com latidos na faixa “Between the weed’n’whiskey” que encerra o álbum.

A banda ainda não se apresentou ao vivo, por conta da distância do vocalista Chris Hoff, mas assim que ele retornar ao Brasil, mesmo que de férias, o HÅRD:ON pretende agendar alguns shows por São Paulo e outras cidades.

O conceito da capa e criação ficou a cargo do diretor de arte Marcelo Calenda, que trabalhou anteriormente nas duas capas do 1853, na capa do SLAM, além das bandas Strangeways e Calendas.

hard-on-capa

O trabalho foi lançado pelo selo Shinigami Records e pode ser comprado na loja online por R$20,00 mais o frete.

Outras opções para ouvir e/ou comprar:

Streaming:
– You Tube > goo.gl/R03Xfl
– Spotify > goo.gl/bg1UGI
– Deezer > goo.gl/0Zzwt5

MP3:
– Amazon Music > goo.gl/cXvGs4 – U$ 8,91
– Google Play > goo.gl/D66ypW – R$ 12,99

Contato para shows: Fábio Hoffmann (11) 97648-6844 ou WhatsApp.

Página oficial no Facebook

Texto: Ale Frata

Sobre Ale Frata 50 Articles
Fotógrafo, publicitário e editor do Marofa Music. Ex-baterista do 1853, para não ficar longe dos palcos, hoje fotografa shows e espetáculos, além de futebol e outros segmentos. Dentre os estilos musicais, o predileto é rock n' roll, sem rótulos. Tattoo pra acompanhar.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.