SHOW_ Aerosmith e a maturidade de uma banda que nasceu em 1970 Os mais de 45 mil fãs que foram ao Allianz Parque na noite de sábado ganharam uma aula de rock n'roll style

Aerosmith em São Paulo. Foto: Ale Frata/Marofa Music

AEROSMITH – Allianz Parque – 15/10/2016

Dizem as más línguas que esta foi a última passagem de Aerosmith por São Paulo, já que os “Bad boys from Boston”, como são conhecidos os vovôs do rock com cara de moleques, anunciaram recentemente que a banda está chegando ao fim, mas não a última pelo Brasil. Quem ainda não viu, ou quer ver mais uma vez, pode se programar para setembro de 2017, porque o Aero já está confirmado para o Rock in Rio.

Eram pouco mais de 21h na capital paulista, e as luzes do Allianz Parque se apagaram, para a entrada do tão aguardado Aerosmith. Antes, por volta de 20h o pessoal do Sioux 66 já havia dado as caras, no show de abertura, para esquentar o público.

Steven Tyler, Joe Perry, Tom Hamilton, Joe Kramer e Brad Whitford abriram o show que faz parte da turnê Rock N’ Roll Rumble – Aerosmith Style com “Draw the line”, emendando “Love in an elevator” e “Cryin'”. A Arena veio à loucura. Para os fãs de carteira da banda, que sabem dos episódios que marcaram a história do Aerosmith, no envolvimento com  drogas (eles chegaram a “cheirar” um avião) e vício em remédios legalizados, ou para quem leu a biografia de Steven Tyler, “O barulho na minha cabeça te incomoda?”, podem ter ficado surpresos com as cenas de rosto colado e a troca de carinhos entre Steven e Joe Perry, durante o show, mas isso só demonstra que realmente a banda atingiu a maturidade, afinal, são mais de 40 anos juntos, entre os altos e baixos.

Uma banda desse tamanho, sempre vai deixar algum clássico de fora (confira o set list abaixo), mas em quase duas horas de apresentação, o que não faltaram foram as tradicionais como “Livin’ on the Edge”, “I don’t want to miss a thing”, “Walk this way”. Alguns clássicos mais setentistas como “Kings and Queens” e “Rats in the cellar” não empolgaram tanto o público, talvez por serem fãs a partir da fase mais pop da banda, mas pra quem realmente conhece os caras, foram geniais. No bis, “Dream on” e “Sweet Emotion” com direito a Joe e Steven de pé, em cima do piano, fecharam a noite com chave de ouro e deixou no ar a esperança que voltem para São Paulo um dia.

“Setlist”

1. “Draw the Line”
2. “Love in an Elevator”
3. “Cryin'”
4. “Eat the Rich”
5. “Crazy”
6. “Kings and Queens”
7.  “Livin’ on the Edge”
8. “Rats in the Cellar”
9. Dude (Looks Like a Lady)
10. “Monkey on My Back”
11. “Pink”
12. “Rag Doll”
13. “Stop Messin’ Around”
14. “Chip Away the Stone”
15. “I Don’t Want to Miss a Thing”
16. “Come Together”
17. “Walk This Way”
Bis
18. “Dream On”
19. “Sweet Emotion”

Sobre os figurinos, nem precisamos comentar, divirta-se com a galeria de fotos.

 

NO PIT

Desta vez não rolou pit de fotógrafos, pelo menos para o Aerosmith, somente para a Sioux 66. As fotos foram feitas da house mix, muito longe, mas nada que a tecnologia não permita uma boa resolução, em todos os sentidos.

Dependendo do tamanho do show, rola uma ansiedade maior pelo bom trabalho, pelo registro exclusivo, pela história do rock n’roll, mas desta vez nada muito diferente, já que de longe, o lance é estar atento aos detalhes, como por exemplo os cabelos de Steven Tyler voando em forma de chifrinhos, ou quando seu lenço voou na cara por conta do ventilador. Por algumas vezes, as caixas de isopor dos vendedores atrapalharam, assim como os celulares do público, mas nada que se compare ao cinegrafista (que deve ser da banda e gera imagens para o telão) que se jogou no chão junto com Mr Tyler, e no meu caso, impossibilitou a foto dele esparramado pelo chão, mas tudo bem, afinal, o que não falta é foto legal.

A minha querida amiga Camila Cara fez um registro bem legal, enquanto eu trabalhava fotografando o público, durante o show de abertura. Sem palavras para agradecer. Confira o trabalho dela, clicando no link.

Ale Frata, no pit de fotógrafos durante o show da banda Sioux 66, na abertura para o Aerosmith no Allianz Parque em São Paulo. Foto: Camila Cara
Ale Frata, no pit de fotógrafos durante o show da banda Sioux 66, na abertura para o Aerosmith no Allianz Parque em São Paulo. Foto: Camila Cara

Texto e fotos: Ale Frata

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.