SHOW_ Bon Jovi toca para estádio lotado em SP Segundo dia do festival SP Trip foi aberto pela dupla indie The Kills

Bon Jovi no SP Trip - 23/09/2017 - Foto: Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts / Divulgação

SP TRIP_ São Paulo, 23/09/2017 – Allianz Parque – Um dia após se apresentar para mais de 100 mil pessoas no Rock in Rio 2017, Bon Jovi mostrou mais uma vez que conta com um público fiel e que, acima de tudo, segura um bom show. Principal atração do segundo dia do festival SP Trip, a banda norte-americana tocou seus principais sucessos, como You Give Love a Bad Name e Born to Be my Baby, entre outras.

https://i1.wp.com/marofamusic.com.br/wp-content/uploads/2017/09/37244881562_477b5661fd_k.jpg
https://i0.wp.com/marofamusic.com.br/wp-content/uploads/2017/09/37416542685_ef976ab600_k.jpg
https://i2.wp.com/marofamusic.com.br/wp-content/uploads/2017/09/36604482523_85af31c303_k.jpg
https://i0.wp.com/marofamusic.com.br/wp-content/uploads/2017/09/37274025561_3faa12552e_k.jpg
https://i1.wp.com/marofamusic.com.br/wp-content/uploads/2017/09/37274031051_e6651142a1_k.jpg

Fotos: © Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts / Divulgação

No show, Bon Jovi mostrou que ainda têm gás e esbanjou simpatia com o público. Afirmou que o show em São Paulo iria ser melhor que no Rio, rendeu homenagens à cidade, à beleza das mulheres brasileiras, desceu do palco e tirou selfie com fãs. Enfim, não economizou na interação com a audiência, que correspondeu, e muito. Vibrou em todas as músicas, gritou, fez show de luzes com celulares e, por mais de uma vez, acompanhou a banda a ponto dos músicos pararem de tocar e ficarem só observado aquelas milhares de vozes cantando.

A empatia começou logo na entrada na banda, quando o telão gigantesco atrás do palco projetou a bandeira do Brasil e, depois, imagens da cidade de São Paulo.

A banda, que já passou pelo Brasil em outras oportunidades em seus 34 anos de carreira, tem na formação atual, além de Jon Bon Jovi nos vocais e guitarra, Phil X na guitarra, Hugh McDonald no baixo, Tico Torres na bateria e David Bryan nos teclados.

THE KILLS

Responsável pela abertura do segundo dia do SP Trip, a dupla de rock indie The Kills, formada pela norte-americana Alison Mosshart (vocais, guitarra e percursão) e pelo britânico Jamie ‘Hotel’ Hince (vocais, guitarra e bateria), fez uma apresentação de poucas palavras com o público e uma música atrás da outra, sem grandes interrupções.

https://i0.wp.com/marofamusic.com.br/wp-content/uploads/2017/09/37226014176_f9a3f080a8_k.jpg
https://i0.wp.com/marofamusic.com.br/wp-content/uploads/2017/09/36603235183_2dbec312bd_k.jpg
https://i2.wp.com/marofamusic.com.br/wp-content/uploads/2017/09/36603234203_4cfcab5066_k.jpg

Fotos: © Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts / Divulgação

O grande destaque foi a vocalista Alison Mosshart, bem à vontade no palco. Dançando o tempo todo, descendo ao chão, ajoelhando, alterando alguns instrumentos, até fumou um cigarro na última música.

A dupla começou no início dos anos 2000, inspirados por nomes como Patti Smith e Velvet Underground, com vários álbuns e EPs independentes. Mais conhecido em clubes europeus e dos EUA, teve grande visibilidade em 2016, com o sucesso do single Doing to the Death, que abriu espaço para a banda fazer turnês e participar de festivais em diversos países.

SET LIST

Bon Jovi

This House Is Not for Sale
Raise Your Hands
Knockout
You Give Love a Bad Name
Born to Be My Baby
Lost Highway
Because We Can
Lay Your Hands On Me
In These Arms
New Year’s Day
Blood Money
Bed of Roses
It’s My Life
Someday I’ll Be Saturday Night

Fonte: SetList.fm

Texto Mauricio Esposito | Fotos Ricardo Matsukawa / Mercury Concerts / Divulgação