AGENDA_ Max e Iggor Cavalera relembram os 20 anos do lançamento do álbum Roots com três shows no Brasil Os irmãos se apresentam no Rio, Belo Horizonte e São Paulo tocando o Roots, sexto álbum do Sepultura, na íntegra

Iggor e Max Cavalera. Foto: Renan Facciolo/Divulgação

AGENDA_  Vinte anos após o lançamento de “Roots”, o sexto álbum da carreira do Sepultura venceu o teste do tempo e se tornou uma grande referência mundial.

Com Max Cavalera (vocal e guitarra) e Iggor Cavalera (bateria) como integrantes da banda, “Roots” ainda é um dos discos mais influentes na história do metal.

Os irmãos Cavalera resolveram homenagear este trabalho com uma turnê histórica tocando o álbum na íntegra.

Iggor Cavalera. Foto: Renan Facciolo/Divulgação

A turnê passará por várias cidades do Brasil e da América Latina. O show é uma verdadeira celebração ao grande clássico da carreira dos músicos. Com mais de 2 milhões de cópias vendidas pelo mundo, “Roots” é referência musicalmente e pela inovação ao misturar elementos brasileiros.

Produzido por Ross Robinson, a banda foi até uma tribo indígena para gravar a faixa “Itsári”, uma das músicas mais inovadoras da banda na época. Max Cavalera teve que convencer a gravadora Roadrunner, para então continuar com o projeto. Depois, entrou em contato com a jornalista Angela Pappiani, do Núcleo de Cultura Indígena, que já desenvolvia trabalhos com grupos indígenas.

Na época, Max achou que seria uma boa ideia tentar gravar com os caiapós, mas foi avisado de que eles não eram muito pacíficos. Depois de ouvirem uma música dos xavantes em um festival em Nova York, foram eles os escolhidos.

“O que o Sepultura fez foi muito inovador, e ninguém mais fez dessa forma. A decisão deles de ir lá, de não samplear, mas construir um trabalho junto foi muito inovadora”, afirma Angela. “Houve um esforço muito grande em tudo. Sentimos resistência da gravadora, foi um processo de quase um ano do contato do Max até a ida à aldeia. E tudo o que aconteceu lá foi muito forte, marcou todo mundo, eles lembram e comentam até hoje”, disse Angela.

 

Com canções como “Roots Bloody Roots” e “Attitude”, o Sepultura atingiu seu ápice e influenciou toda uma nova geração. Com afinação baixa e muito peso, os brasileiros influenciaram bandas como Deftones, Slipknot, Limp Bizkit e muitas outras que citam até hoje a importância de “Roots”.

Max Cavalera. Foto: Renan Facciolo/Divulgação

 

“Roots” – Curiosidades:

O álbum chegou à 27ª colocação nas paradas da “Billboard” e no 4º lugar na Inglaterra. Ganhou discos de ouro nos Estados Unidos, Austrália, Canadá, França, Áustria, Holanda e Reino Unido. Estima-se que o álbum tenha ultrapassado 2 milhões de cópias comercializadas no mundo.

As participações especiais mais exaltadas em “Roots” são as de Carlinhos Brown na percussão e criação de sons como “Ratamahatta”, além dos índios xavantes, criadores de “Itsári”. A faixa “Lookaway” conta com Jonathan Davis, do Korn, e Mike Patton, do Faith No More. O DJ Lethal participa nos scratches. Outro convidado foi David Silveria, que ajudou na percussão de “Ratamahatta”.

SERVIÇO

“Return To Roots” no Rio de Janeiro
Quando: 14/12/2016 – Quarta-Feira
Onde: Imperator – Rio de Janeiro/RJ
Horário: 20h
Endereço: R. Dias da Cruz, 170 – Meier
Ingressos: de R$ 90,00 a R$ 180,00
Vendas Online: Ingresso Rápido.
Informações: www.honorsounds.com.br

“Return To Roots” em Belo Horizonte
Data: 15/12/2016 – Quinta-Feira
Local: Music Hall BH
Horário: Abertura da casa 19h. Show 21h30
Endereço: Av. do Contorno, 3239 – Santa Efigênia
Ingressos: de R$ 120,00 a R$ 185,00
Vendas Online: Ticket Brasil
Informações: www.honorsounds.com.br

“Return To Roots” em São Paulo
Data: 16/12/2016 – Sexta-Feira
Local: Tropical Butantã, São Paulo – SP
Horário: Abertura da casa 19h. Show 22h
Endereço: Av. Valdemar Ferreira, 93 – Butantã
Ingressos: de R$ 140,00 a R$ 240,00
Camarote Open Bar – R$ 230,00
Vendas Online: Ticket Brasil
Informações: www.honorsounds.com.br

Fonte: Hoffman & O’Brian

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.